O Mirage 2000 foi desenvolvido pela Dassault Aviation para a Armée de l'Air em substituição ao programa Avion de Combat Futur. A Dassault Aviation visava atender às necessidades francesas e a repetir o sucesso comercial e internacional alcançado pelo Mirage III, competindo com o americano F-16.

O primeiro voo do protótipo ocorreu em 10 de março de 1978. Entrou em serviço em 1984. Atualmente, está em processo de substituição pelo Dassault Rafale, que entrou em serviço em 27 de junho de 2006.

A primeira versão a entrar em serviço foi o Mirage 2000C. O Mirage 2000C (C de chasseur, caçador em frances) é um interceptador, não possuindo ainda características de caça multimissão. Um total de 124 caças foram construídos para a AdA.

Os primeiros Mirage 2000Cs foram entregues com o radar Thompson-CSF RDM (Radar Doppler Multifunction). Posteriormente, entrou em serviço o radar RDI (Radar Doppler), muito mais capaz que seu antecessor. Essa mesma versão esteve operacional no Brasil, formando a linha de aviões de interceptação a proteger a capital do país.

Outras versões desse mesmo aparelho foram construídas, destacando-se a versão Mirage 2000 D/N, voltada para multi-missões inclusive as de ataque convencional e nuclear (sendo este ultimo, denominado N quando o avião estava armado com o míssil nuclear Aerospatiale Air-Sol Moyenne Porte).

 

Sobre o kit: a versão D (de Diversifie/Multirole) que esse kit representa, possui dois assentos em tandem (um a frente do outro), pod de designação, misseis AS-30L (guiados a laser) e R550 Magic. A camuflagem em tons de verde cria um efeito visual único e chamativo para o kit, havendo diversos detalhes em amarelo, preto e vermelho (esses últimos, produzidos por decais destinados as asas do avião). Possui bons encaixes, exigindo pouco putty para o arremate final. Interior do cockpit é detalhado por meio de decais.

É um excelente kit para se expor, tanto pelo modelo que representa (a evolução do mítico Mirage, um dos mais famosos caças desde a década de 60) quanto pela beleza de sua pintura.

Mirage 2000 D - Italeri - 1:72
R$79,00
Quantidade
Mirage 2000 D - Italeri - 1:72 R$79,00

Conheça nossas opções de frete

O Mirage 2000 foi desenvolvido pela Dassault Aviation para a Armée de l'Air em substituição ao programa Avion de Combat Futur. A Dassault Aviation visava atender às necessidades francesas e a repetir o sucesso comercial e internacional alcançado pelo Mirage III, competindo com o americano F-16.

O primeiro voo do protótipo ocorreu em 10 de março de 1978. Entrou em serviço em 1984. Atualmente, está em processo de substituição pelo Dassault Rafale, que entrou em serviço em 27 de junho de 2006.

A primeira versão a entrar em serviço foi o Mirage 2000C. O Mirage 2000C (C de chasseur, caçador em frances) é um interceptador, não possuindo ainda características de caça multimissão. Um total de 124 caças foram construídos para a AdA.

Os primeiros Mirage 2000Cs foram entregues com o radar Thompson-CSF RDM (Radar Doppler Multifunction). Posteriormente, entrou em serviço o radar RDI (Radar Doppler), muito mais capaz que seu antecessor. Essa mesma versão esteve operacional no Brasil, formando a linha de aviões de interceptação a proteger a capital do país.

Outras versões desse mesmo aparelho foram construídas, destacando-se a versão Mirage 2000 D/N, voltada para multi-missões inclusive as de ataque convencional e nuclear (sendo este ultimo, denominado N quando o avião estava armado com o míssil nuclear Aerospatiale Air-Sol Moyenne Porte).

 

Sobre o kit: a versão D (de Diversifie/Multirole) que esse kit representa, possui dois assentos em tandem (um a frente do outro), pod de designação, misseis AS-30L (guiados a laser) e R550 Magic. A camuflagem em tons de verde cria um efeito visual único e chamativo para o kit, havendo diversos detalhes em amarelo, preto e vermelho (esses últimos, produzidos por decais destinados as asas do avião). Possui bons encaixes, exigindo pouco putty para o arremate final. Interior do cockpit é detalhado por meio de decais.

É um excelente kit para se expor, tanto pelo modelo que representa (a evolução do mítico Mirage, um dos mais famosos caças desde a década de 60) quanto pela beleza de sua pintura.